sexta-feira, 25 de julho de 2008

Pressa? Para quê?

Nos dias de hoje somos, constantemente, surpreendidos por fatos que nos mostram o quanto temos pressa. A maioria das pessoas acorda cedo e toma o café da manhã bem depressa, para chegar rápido ao seu destino. Aliás, boa parte pula o desjejum e vai logo embora! Caramba! Que pressa, né? Isso tudo é medo...medo de perder aula, de perder o emprego, de perder tempo e tempo é dinheiro!
Tem gente que tem pressa até para comer! E tudo para não perder tempo...alguns se acostumam e acabam tendo pressa para fazer tudo, simplesmente porque esse sentimento já está inserido em sua personalidade. Outros dizem que a vida é curta demais e que temos mesmo que aproveitar. Concordo. No entanto, aproveitar o tempo não significa atropelá-lo. Pense o seguinte: quando você vive os momentos da sua vida, consegue, de fato, obter êxito quando tem pressa? Seja qual for a resposta, sabemos que cada um tem a sua vida, com suas particularidades e que, obviamente, cada um sabe de si.
A sugestão é viver tudo a seu tempo, sem passar por cima das coisas pensando no futuro. Assim, só haverá futuro! E quando você for, depois de tudo, olhar para trás, verá que não viveu direito e que seu passado não existe como você gostaria. Saiba aproveitar a companhia das pessoas queridas sem ficar olhando no relógio, saiba ficar sentado sem pensar que daqui a pouco tem que levantar e ir sei lá para onde! Saiba aproveitar a vida como ela é, e, quem sabe você não descobre, na hora certa, um jeito de fazê-la mais feliz sem ter que sair correndo para pegar o ônibus!


"Não é a febre da pressa, mas sim a pressa da febre. A vida moderna é um lazer agitado, uma fuga ao movimento ordenado por meio da agitação."
Fernando Pessoa, in "Heróstato"




by Laís Scodeler

2 comentários:

Vítor disse...

gostei do texto Laís, fugiu do convencional ;) vc escreve qlqr coisa q fica bom.. :P
bjos

Lucas disse...

poxa to com um pouco de pressa
+ vim comentar rapidinho
bom texto
parabens
desculpa + to atrasado
bjs