domingo, 21 de dezembro de 2008

Mensagem de Natal

Todo o ano é a mesma coisa. Natal, Papai Noel, presentes, abraços, mensagens festivas. Mas quem inventou o Natal?
Quem narrou primeiro a história de um menino nascendo numa manjedoura há mais de 2000 anos? Quem fez isso? Prendam-no. Ele deu asas pra que criassem uma mentira na qual bilhões de pessoas acreditam hoje.
Não, não estou falando se Jesus realmente existiu, se ele era filho de Deus ou não. A crença é livre, acreditem no que lhes faça bem. E se alguém conseguir provas de que alguma religião esteja certa, queime-as por favor. Se provares que ele não era Deus então, queime o mais rápido possível. Todas as religiões e também os ateus estão corretos.
Mas inventaram essa data. Fazer o quê? Não comemorá-la? Tolice. A data é bonita. O problema foi tudo que inventaram junto com ela.
Inventaram a mentira que esse deveria ser o grande tempo de reconciliação, tempo de amor, de paz, de presentear aqueles de que nós gostamos. Tudo muito bonito. Mas esqueceram dos outros 364(5) dias do ano.
E cada vez o mundo se deteriora. Culpem o Natal. Só seremos realmente felizes quando nos reconciliarmos o ano inteiro, quando nos amarmos o ano inteiro, quando tivermos paz todos os dias do ano, sem exceção.
Quanto aos presentes, não ligo pra eles, queria apenas esse: amor. Não vamos nos prender a datas. Temos 365(6) dias, por que tudo isso tem que acontecer em um só?
E a mensagem de natal?
Amem-se mais. O resto é consequência.

2 comentários:

Junior Silva disse...

É o que eu sempre digo: não basta viver, tem que se sentir vivo, viver intensamente todos os dias, fazendo o bem e amar sempre... Quem ama, ama sempre, e não em apenas uma data!
Abraços.

Kas. disse...

Caralho, muito bom o texto !
Concordo totalmente, que viva o amor durante o ano inteiro.

Parabéns ae amigão

http://apenasparaloucos.blogspot.com/